Desde muito criança eu já sofria muito com os problemas que meus pais tinham, sempre via eles brigando e a coisa só foi piorando, meu pai se tornou dependente do álcool.

Na adolescência eu fiquei com muito ódio e muita mágoa do meu pai que por beber se tornava uma pessoa muito violenta, agredia fisicamente e verbalmente minha mãe. Uma vez ele disse que tinha feito proposta de aborto quando minha mãe que estava grávida de mim, ali foi meu fundo de poço, eu pensava se nem meu pai quis que eu viesse ao mundo, porque estou aqui? Melhor morrer!

 Dentro de uma família destruída eu pensava ser tudo culpa minha e alimentava pensamentos em mim de morte e muito ódio, machucava meus braços, querendo alívio para dor da minha alma, mas nada resolvia, a tristeza só aumentava até que perdi sonhos perdi gosto de viver eu só queria acabar com a minha dor e tentei o suicídio uma vez com a ingestão de uma alta dose de medicamentos, eu era vazia minha vida era só escuridão!

 Eu estava me afogando em pensamentos destrutivos e sentimentos que me consumiam por dentro deixando o vazio cada vez maior!

Foi quando conheci uma pessoa (hoje meu marido rsrs) que me convidou para um dos encontros que disse que minha vida poderia mudar. Comecei a frequentar os encontros e aos poucos fui aprendendo ferramentas para vencer os pensamentos, a cada encontro eu saia com dicas para praticar e fui vencendo cada batalha interior ao ponto de me libertar de toda mágoa e ódio que eu sentia passei a ver as coisas de uma forma diferente, vi que podia vencer os pensamentos que antes eram tão intensos.  Passo a passo fui me curando e o vazio acabou completamente.

Tatiane Albuquerque – Psicóloga